(38)A Santa Ceia do Senhor

A Igreja, além do batismo (Mt.28:19-20), tem uma segunda ordenança, a celebração da santa ceia (Mt.26:26-28). Jesus instituiu este cerimonial como memorial (1Co.11:23-28). O objetivo dele é manter viva, de maneira bem didática e significativa, os dois momentos mais importantes de seu ministério no mundo, seu nascimento (1Co.11:24), sua encarnação (Jo.1:14), seu vir a ser homem como prova do amor de Deus para com toda humanidade (Rm.5:8), e o seu sacrifício vicário (Cl.2:13-14), sua morte na cruz (Fp.2:8), o derramar do seu sangue para perdão dos pecados (Mt.26:28), não da humanidade, mas de todos os que se submetem a ele pelo arrependimento (At.2:38). O pão e o vinho são os dois elementos essenciais para a cerimônia, sem, no entanto, se constituírem em objetos mágicos que produzem benefícios materiais ou outros qualquer a quem deles participam.
.
CADA ÊNFASE, em cada mês, UMA LIÇÃO DIFERENTE...
Dinâmicas Didáticas para Estudo de Lições
.
Em Janeiro... a lição deve dar ênfase ao conteúdo em relação à Ceia para batizados.
.....Não basta ser salvo, mas um batizado, duas ordenanças, duas obediências 
.....Simbolicamente, memorial, come do Corpo de Jesus, quem está integrado no Corpo
.....Nem batismo, nem ceia salvam, os dois são testemunhos de mudança e fé de um salvo
.
Em Abril... a lição deve dar ênfase ao conteúdo em relação à encarnação e a morte vicária.
.....O pão simboliza a vinda de Jesus ao mundo, como prova do amor de Deus
.....O vinho simboliza a morte de Jesus pelos salvos, como prova do interesse pessoal de Deus
.....A Ceia simboliza o fundamento básico para se descansar no perdão e salvação em Jesus
.
Em Julho... a lição deve dar ênfase ao conteúdo em relação a todo salvo deve participar.
.....É uma questão de obediência a Deus, reverência a Jesus e o que fez na cruz por nós
.....Obediência que não precisa Deus ameaçar castigos, perdas, prejuízos e outros temores
.....O salvo deve superar todos os obstáculos e buscar obedecer, como memorial exigido.
.
Em Outubro... a lição deve dar ênfase ao conteúdo em relação aos elementos não-mágicos.
.....O paganismo é que incentiva os rituais, ensinando efeitos miraculosos aos obedientes
.....O cristianismo ensina que Deus nos abençoa independente de merecermos ou não
.....Os elementos são apenas símbolos de ensinos importantes, lembrados periodicamente
.
Quanto mais consagrado for o salvo, melhor o Senhor opera sua Graça, fazendo-o agradável aos seus propósitos. (2Co.3:5, Sl.37:5, Tt.2:11-14, Hb.13:20-21) (leia 399D)
.
.
Mt.26:17-30, 1Co.11:17-34
Ordenança da Ceia do Senhor... Mt.26:26, Mc.14:22, Lc.22:19, 1Co.10:16, 11:23
Jesus... Alimento espiritual, Is.25:6, 55:2, Jr.3:15, Ez.34:14, Jo.6:51, 1Co.10:3, Ap.2:7, 17, . O Pão da Vida, Jo.6:32-35, 48-51, 58. Nova Aliança, Jr.31:31, Mt.26:28, Rm.11:27, Hb.8:8, 10, 12:24.
Seu sangue, Mt.26:28, Jo.6:56, 19:34, At.20:28, Rm.5:9, Cl.1:20, Hb.9:14, 1Pd.1:18-19, 1Jo.1:7, Ap.1:5, 5:9, 7:14, 12:11. Sangue de sacrifícios, tipos de Jesus no Antigo Testamento... Proteção, Ex.12:13; Expiação, Ex.30:10, Lv.17:11;Libertação, Zc.9:11; Garante Perdão, Hb.9:7; Limpeza, Hb.9:22; . Expiação, Lv.4:20, 8:34, 10:17, 14:21, 16:6, 10, 17:11, Rm.5:11.
Auto-exame... Lm.3:40, Mt.7:5, 1Co.11:28, 2Co.13:5,
.
.
.
TEXTOS
.
.
Questões... (1)Qual deve ser a maneira mais coerente de se tormar a ceia, só com os salvos da mesma igreja local, só com os salvos das igrejas de mesma doutrina e prática, ou com todos os salvos de todas as igrejas que estiverem presentes no local? (2)Se Cristo já perdoou todos os pecados de todos os salvos lá na cruz, até onde é correto um salvo deixar de participar da ceia, por entender que ele não está digno? (3)Se o pão simboliza a vinda de Jesus e o vinho simbolia sua morte, qual elemento é o mais importante no memorial vivido na ceia do Senhor?
.
Introdução do Tema... Vários irmãos vão se levantando, e cada um faz uma oração-frase nos oferecendo para viver o memorial da misericórdia de Deus que a Ceia nos leva a viver.
Leitura Reflexiva Mt.26:17-30. Intróito Declarativo: 409D
Abertura do Culto... (Leia com autoridade espiritual, com veemência profética e com convicção cristã, em nome da igreja, falando a Deus ou aos seus adoradores no culto.)... Digno é o Senhor Todo-Poderoso, de ser eternamente glorificado. Ele está entre nós com toda a sua santa magestade. Queremos oferecer-lhe um culto que expresse nossos reconhecimentos espirituais. Temos muitos motivos para estarmos aqui em nossa igreja. Desejamos glorifica-lo com nossa presença, com nossa dedicação leal, com nossa vida, com nosso tempo e com nossos bens. O nosso culto é reverente, muito reverente, como a soberania do Senhor merece. A preocupação bíblica deste culto é “A Santa Ceia do Senhor” quando vamos relembrar a vontade de Deus em ver a igreja celebrando a santa ceia, e vivendo as conseqüências disto em sua existência espiritual no mundo..... NOSSA ORAÇÃO... Digno és, Senhor Todo-Poderoso, de ser eternamente glorificado. Sejas louvado em nosso culto. Agora e para todo o sempre. Amém. (cântico diferente das estrofes do hino 142A durante momentos apropriados do culto)
.
.
.
Cantor Cristão (hinos A): 142 a 144, 82 a 94, 119, 123, 289, 402. Hinário para o Culto Cristão (hinos B): 514 a 524, 358, 562, 563. Outros Hinos (hinos C): 203 a 208
Leitura Bíblica HCC. (B): 517, 522, 523. Leituras Coletivizadas (E): 29, 220. Declaração Congregacional (D): 18, 184, 393, 435 (Ceia Ultra-Restrita)
Nosso culto a Deus: 345D. Responso Congregacional: Manhã, 355D; Noite, 359D. Declaração Final: 413D. Bênção Final: 369D.
Adicionantes... Calendário da Igreja; Dias Comemorativos, 396D; Oração Congregacional, 394D