(56)Fé e Esperança (em Deus) na Vida Cristã

A vida cristã (1Co.2:16), pela iniciativa da graça de Deus (Ef.2:13), no processo de santificação em que estamos (Ef.2:10), nos leva a uma vida de fé e esperança no Senhor (Gl.5:22-23). A fé nos dá uma certeza muito grande de que o Senhor sabe perfeitamente cuidar de nós (Sl.23:1), sabe perfeitamente o que é melhor para nós (Rm.8:28). Por exemplo, aquele enfermo à beira do poço (Jo.5:1-5); Jesus chegou e ele deu uma sugestão, a melhor que podia imaginar, para obter uma vitória que lhe daria muitas felicidades, a sua cura, empurrá-lo no momento certo para que ele chegasse às águas primeiro que qualquer outra pessoa naquele lugar (Jo.5:7); Jesus tinha uma sugestão melhor (Jo.5:8). O salvo crer que Jesus tem as melhores sugestões (Sl.37:5), então não há porque se preocupar com as ansiedades (Mt.6:25), não há por que ficar dando sugestões a ele. A vida do salvo é um veleiro que está sob o vento de Deus, nos momentos mais apropriados ele nos motivará devidamente para que tomemos as iniciativas certas (Rm.8:14). Fé não quer dizer instrumento para pressionar Deus a algumas coisas (Mt.6:7-8), ou para impressionar as pessoas (Mt.6:5-6), fé é descansar na certeza de que Deus está dirigindo tudo sob sua vontade (Sl.103:19).
.
.
Dinâmicas Didáticas para Lições..
CADA ÊNFASE, UMA LIÇÃO DIFERENTE
(1)Deus sempre provou na Bíblia, que merece toda nossa confiança
(2)Deus sempre provou a cada um de nós, que merece toda nossa confiança
(3)Deus tem nos dado o dom da fé e da confiança aos Seus salvos
(4)Temos a fé, e deixado de viver e desfrutar o melhor deste fruto do Espírito em nós
(5)Estamos sempre demonstrando falta de confiança no que dizemos sobre Deus
(6)Nós e as pessoas seriamos mais beneficiados se descansássemos mais no Senhor
.
.
.
Quanto mais consagrado for o salvo, melhor o Senhor opera sua Graça, fazendo-o agradável aos seus propósitos. (2Co.3:5, Sl.37:5, Tt.2:11-14, Hb.13:20-21) (leia 399D)
Ensino Teológico Básico: Somente a Graça de Deus é capaz de nos proteger e nos preparar para a eternidade com o Senhor, segundo seu amor, justiça e santidade. Declaração Bíblica: Sl.23:1-6, Tt.2:11-14, Ef.5:25-27, Hb.13:20-21, Ef.2:0, Fp.2:13, 1Co.12:6, 2Co.3:5, 1Jo.2:20, 27, 3:6-9.
Confiança em Deus... Nm.14:8, Sl.3:6, 20:7, 23:4, 27:3, 46:2, Is.12:2, Hc.3:18. Exemplos de confiança... 2Rs.18:5, Jó.13:15, Sl.25:2, 56:3, 57:1, Is.12:2, 1Tm.4:10, 2Tm.1:12. Exortação à confiança em Deus... Sl.37:3-7, 115:11, 118:8, Pv.3:5, Is.26:4, 50:10. Promessas a respeito... 2Sm.23:31, Sl.31:19, 32:10, 34:22, 125:1, Pv.29:25, Is.26:3, Jr.17:7, Na.1:7
Confiança espiritual... Ef.3:12, 1Tm.3:13, Hb.4:16, 10:19, 1Jo.4:17. Exemplos, Mc.15:43, At.4:13, 31, 9:29, 14:3, 19:8, 28:31.
Certezas consoladoras... Promessas seguras, 1Rs.8:56; Fundamentos seguros, Is.28:16; Recompensa segura, Mt.10:42; Aceitação garantida, Jo.6:37; Amor divino, Rm.8:38-39; Imortalidade garantida, 2Co.5:1; Âncora eterna, Hb.6:19.
.
.
.
Questões... (1)Lembremos e expliquemos 3 atitudes que mostrem o termos uma vida de fé e esperança em Deus, além de otimismo e entusiasmo. (2)Hebreus 11:1, fala que fé é a esperança certa, confiante, em coisas que deverão acontecer e de coisas que já acontecem, mesmo que não estejamos vendo; lembremos 3 situações que ilustrem cada um destes momentos. (3)Quando se fala em esperança, em nossos dias, não há a idéia de algo que deva acontecer, mas que estamos querendo ou achando que vai acontecer, enquanto a Bíblia fala de esperança como algo certo que haverá de acontecer; lembremos 3 situações que ilustrem bem a esperança de nossos dias e a esperança daqueles dias.
.
.
.
Introdução do Tema... Vários irmãos vão se levantando, e cada um lembra um fato na Bíblia sobre vidas que viveram momentos importantes de fé em Deus.
Leitura Reflexiva Sl.62. Intróito Declarativo: 407D
Abertura do Culto... (Leia com autoridade espiritual, com veemência profética e com convicção cristã, em nome da igreja, falando a Deus ou aos seus adoradores no culto.)... Merecedor é o nosso Senhor Deus, de toda honra que possamos oferecer. Somos pecadores, indignos de estar perante ele, mas por sua misericórdia, está entre nós. Queremos lhe oferecer o nosso melhor culto. Demasiados são os nossos motivos para estarmos aqui, para esta adoração em nossa igreja. O nosso culto é ordeiro, com muita descência e ordem, atento a tudo que o Senhor tenha a nos falar em cada momento da adoração. O tema neste culto é “Vida de Fé e Esperança em Deus” quando vamos meditar sobre as virtudes da fé na vida do salvo, a esperança certa das misericórdias do Senhor sobre o seu povo...... NOSSA ORAÇÃO... Merecedor és, nosso Senhor Deus, de toda honra que possamos oferecer. Sejas homenageado em nosso culto. Para sempre. Amém. (cântico diferente das estrofes do hino 366A durante momentos apropriados do culto)
.
.
.
Cantor Cristão (hinos A): 364 a 371, 31, 79, 81, 126, 154, 155, 160, 166, 167, 168, 173, 185, 202, 209, 301, 308, 314, 316, 317, 318, 319, 320, 321, 322, 323, 324, 326, 330, 335, 338, 340, 346, 348, 353, 357, 377, 406, 457, 534. Hinário para o Culto Cristão (hinos B): 33, 180, 283, 296, 303, 315, 330, 411. Outros Hinos (hinos C): 328 a 335, 560, 561, 565
Leituras Coletivizadas (E): 7, 33, 162. Declaração Congregacional (D): 187
Nosso culto a Deus: 343D. Responso Congregacional: Manhã, 353D; Noite, 357D. Declaração Final: 413D. Bênção Final: 367D.
Adicionantes... Calendário da Igreja; Dias Comemorativos, 396D; Oração Congregacional, 394D