(24)Ressurreição e Ascensão de Jesus

OUTROS TÍTULOS:
A maior prova de que era Homem e Deus
A maior prova de que ressuscitaremos também
A maior prova de que existe vida após a morte
A maior prova de que veio comissionado por Deus
... e outros títulos que o pregador achar por bem.
.
Deus-Filho veio ao mundo e cumpriu muito bem o seu papel Salvador na graça (Lc.19:10). Sua Ressurreição veio dar mais autoridade ao que fizera (1Co.15:17), veio demonstrar mais ainda, que tudo que ensinara era verdade sobre ele (1Co.15:14-15), e verdade na vida de todos os seus salvos depois da morte de cada um, quando ressucitariam para a vida eterna no céu (1Co.15:17-18). Paulo diz que sua ressurreição era o grande fundamento para o que nos dissera que seria conosco depois da morte (1Co.15:20-23). Sua ascensão aos céus, da mesma forma, exemplificava verdade sobre ele mesmo, sua pregação e sobre o que deveria ocorrer conosco no após morte (1Co.15:42-43); nunca fomos criados para viver neste mundo limitado e material, mas para viver eternamente com o Senhor Deus. Reconhecer tudo isto é uma forma de exaltação a Deus-Trino através de Jesus Cristo, e também, mais uma forma de nos alimentar com verdades bíblicas e divinas que tem tudo a ver conosco no nosso presente e futuro.
.
.

CADA ÊNFASE É UMA LIÇÃO EM PARTICULAR
(1)Ressurreição é uma verdade e uma realidade bíblica, 1Co.15:1-20
(2)Cristo é as primícias dos que morrem, 1Co.15:20-34
(3)Os mortos terão corpos apropriados para a eternidade, 1Co.15:35-49
(4)Na ressurreição nós seremos transformados para o céu, 1Co.15:50-58
(5)A ressurreição de Jesus é nossa prova de fé, salvação e eternidade

.
.
.
Quanto mais consagrado for o salvo, melhor o Senhor opera sua Graça, fazendo-o agradável aos seus propósitos. (2Co.3:5, Sl.37:5, Tt.2:11-14, Hb.13:20-21) (leia 399D)
Predisse sua partida... Jo.7:33, Jo.13:33, 14:28, 16:5, 10, 16, 28, 17:11
Ascensão... Sl.68:18, Mc.16:19, Lc.24:51, Jo.6:62, 20:17, At.1:9, Ef.4:8, Hb.4:14, 9:24, 1Pd.3:22
.
.
.
.
Questões... (1)Jesus foi o único fundador de religião que ressuscitou diante de testemunhas não seguidoras, como os guardas do túmulo; em que isto é importante para dar mais credibilidade ao que ensinara? (2)O corpo que receberemos para viver a eternidade, é incorruptível, é espiritual, invisível aos olhos humanos; sendo assim, por que o de Jesus podia tornar-se visível e atravessar paredes e portas? (3)Se Jesus subiu aos céus, aos olhos de todos os presentes, lembremos uns 5 motivos para podemos afirmar que ele está entre nós?
.
.
.
Introdução do Tema... Vários irmãos vão se levantando, e cada um lembra um fato na Bíblia sobre a Ressurreição e ascensão de Jesus.
Leitura Reflexiva At.1:1-14. Intróito Declarativo: 405D
Leitura Contextual Ex.12, Mt.28, Lc.24, Jo.20, At.10:34-43, Sl.33
Abertura do Culto... (Leia com autoridade espiritual, com veemência profética e com convicção cristã, em nome da igreja, falando a Deus ou aos seus adoradores no culto.)... Digno é o nosso Deus eterno, de toda exaltação. Queremos oferecer-lhe um culto que expresse nossas homenagens espirituais. Fazer sua vontade em tudo que somos e temos, é a nossa melhor dedicação. Entender que ele está aqui, e saber da maneira como seu Espírito Santo opera em cada um de nós, é o verdadeiro sentido do que estamos a fazer. Em Habacuque 2:20, a Bíblia orienta que devemos entrar e estar no culto a Deus com a maior reverência possível, ensina que devemos estar atentos, pois no santuário, estamos presentes para ouvir o Senhor. A preocupação bíblica deste culto é “Ressurreição e Ascenção de Jesus” quando pensaremos juntos, no momento mais importante para o cristianismo, a ressurreição do Senhor, o que isto nos coloca em destaque diante de todas as demais religiões no mundo..... NOSSA ORAÇÃO... Digno és, nosso Deus eterno, de toda exaltação. Sejas honrado em nosso culto. Para sempre. Amém. (cântico diferente das estrofes do hino 99A durante momentos apropriados do culto) Hino Coral: 21A
.
.
.
Cantor Cristão (hinos A): 99 a 101, 103. Hinário para o Culto Cristão (hinos B): 135 a 147. Outros Hinos (hinos C): 118 a 119
Leitura Bíblica HCC. (B): 139, 141, 143, 147. Leituras Coletivizadas (E): 36, 61. Declaração Congregacional (D): 138
Nosso culto a Deus: 340D. Responso Congregacional: Manhã, 350D; Noite, 359D. Declaração Final: 417D. Bênção Final: 364D.
Adicionantes... Calendário da Igreja; Dias Comemorativos, 396D; Oração Congregacional, 394D