(49)Paz com Deus na Vida Cristã

A vida cristã (Jo.1:12), pela iniciativa da graça de Deus (2Co.1:12), no processo de santificação em que estamos (2Co.9:8), nos leva a uma vida plena de paz com Deus (Rm.5:1). Não se trata de ter consciência tranqüila quanto à religiosidade que pratica (Jo.3:1-2), ou aos motivos que tem para não ser o religioso que deveria ser em agrado a Deus (Gn.3:13), mas de estar em situação pacífica com a Justiça do Senhor Deus (Rm.8:1, Ef.2:13-14). Esta tranqüilidade não é produzida pela religiosidade que se vive (Mt.19:16,20), mas pela confiança (Sl.37:5), a fé, no sacrifíio de Jesus na cruz para perdão dos pecados de todos os salvos (Cl.2:13-14). Esta paz é a certeza que somos pecadores (1Jo.1:8), praticantes de pecados contra Deus (1JO.1:10), mas que o sangue de Jesus nos purifica de todo pecado (1Jo.1:7), da condenação de qualquer pecado (1Co.6:11). Esta paz é a certeza em Jesus, que somos pecadores sem nenhum pecado (Ef.1:7), pois todos do passado, presente e futuro, já foram perdoados completamente, perfeitamente segundo as exigências da santa Justiça do Senhor (Ef.1:4).
.
Dinâmicas Didáticas para Estudo de Lições
.
CADA ÊNFASE, UMA LIÇÃO DIFERENTE...
(1)"Sem Jesus, é estar em Guerra contra Deus"
(2)estar em Paz com Deus, é assumir guerra contra o pecado e o mundo
(3)desde a fundação do mundo, o salvo está em paz com Deus
.......... antes da conversão, está em semi-paz com Deus
.......... após a conversão, está em paz com Deus
.......... após a morte, está em plena paz com Deus
(4)paz com Deus determina nossa relação com Ele, Suas Vontades e o Seu Reino
(5)paz com Deus determina nossa relação com nossas limitações e defeitos
(6)paz com Deus determina nossa relação com o próximo, em nome de Deus.
.
.
.
.
Quanto mais consagrado for o salvo, melhor o Senhor opera sua Graça, fazendo-o agradável aos seus propósitos. (2Co.3:5, Sl.37:5, Tt.2:11-14, Hb.13:20-21) (leia 399D)
Ensino Teológico Básico: Somente a Graça de Deus é capaz de nos proteger e nos preparar para a eternidade com o Senhor, segundo seu amor, justiça e santidade. Declaração Bíblica: Sl.23:1-6, Tt.2:11-14, Ef.5:25-27, Hb.13:20-21, Ef.2:0, Fp.2:13, 1Co.12:6, 2Co.3:5, 1Jo.2:20, 27, 3:6-9.
Deus de Paz... Rm.15:33, 16:20, 2Co.13:11, Fp.4:9, 1Ts.5:23, Hb.13:20
Paz espiritual... Sl.4:8, Lc.1:78-79, 2:13-14, Jo.20:19, Rm.8:6, 14:17, Gl.1:3, 5:22-23, 2Ts.3:16.
.
.
TEXTOS
.
.
Questões... (1)Lembremos 3 aspectos da paz produzida pela religiosidade humana, mas que não é a paz, fruto do Espírito. (2)A verdadeira paz com Deus é o não estar em guerra contra o amor, a santidade e a justiça de Deus, lembremos 5 consequencias desta situação em nossas vidas, em relação ao nosso cotidiano. (3)Será possível que esta paz com Deus possa nos levar a uma certa acomodação na obra de Deus, nos fazendo tão relaxados que passamos a ser negligentes em alguns momentos, já que não temos mais o que temer contra nós?
.
.
.
Introdução do Tema... Vários irmãos vão se levantando, e cada um faz uma oração-frase agradecendo a nossa vida de paz com Deus.
Leitura Reflexiva Rm.5:1-21. Intróito Declarativo: 410D
Abertura do Culto... (Leia com autoridade espiritual, com veemência profética e com convicção cristã, em nome da igreja, falando a Deus ou aos seus adoradores no culto.)... O nosso Senhor e Rei, Deus Todo-Poderoso, merece a nossa melhor adoração. Não somos dignos de sua excelsa presença, mas está entre nós com todo seu amor, justiça e santidade. Temos o anseio de lhe oferecer o mais honroso culto. Demasiadas são as nossas razões para estarmos juntos aqui, nesta adoração em nossa igreja. Honrá -lo com nossa presença, quando a igreja está reunida para cultuá-lo, é nossa prioridade de vida. A ênfase temática deste culto é “Vida de Paz com Deus” quando lembraremos todas as providências da Graça divina para que o arrependido possa desfrutar a paz com o Senhor e todas as suas consequencais existenciais..... NOSSA ORAÇÃO... Nosso Senhor e Rei, Deus Todo-Poderoso, mereces a nosa melhora adoração. Sejas contemplado em nosso culto. Para sempre. Amém. (cântico diferente das estrofes do hino 374A durante momentos apropriados do culto)
.
.
.
Cantor Cristão (hinos A): 51, 78, 240, 320, 343, 347, 374, 383, 390, 398, 405, 409, 514. Hinário para o Culto Cristão (hinos B): 324 a 333, 66, 316, 443. Outros Hinos (hinos C): 266 a 270, 373 a 374
Leitura Bíblica HCC. (B): 325, 328, 332. Leituras Coletivizadas (E): 117, 225, 243. Declaração Congregacional (D): 150
Nosso culto a Deus: 346D. Responso Congregacional: Manhã, 356D; Noite, 360D. Declaração Final: 412D. Bênção Final: 370D.
Adicionantes... Calendário da Igreja; Dias Comemorativos, 396D; Oração Congregacional, 394D