(10)Vida, graça e amor de Jesus

OUTROS TÍTULOS:
A Vida na perspectiva da Graça e do Amor de Jesus
A Graça, na perspectiva da vida e do amor de Jesus
O Amor na perspectiva da Graça e da vida de Jesus
A integralidade da pessoa e da missão de Cristo
As marcas de Jesus que nos conduzem à salvação eterna
... e outros títulos que o pregador achar por bem.


Deus-Filho (Mt.3:17), demonstrando sua humilhação (Fp.2:6-7) e seu propósito de salvação (Lc.19:10), partes importantes de sua missão no mundo (Jo.10:10), deve ser revereciado por sua vida exemplar (Mt.11:29), por sua graça vivida em todos os relacionamentos (2Co.8:9) e por seu amor revelado em suas várias atuações com o próximo (Jo.13:1). Recohecer estas verdades mostradas na Bíblia (Lc.1:4), é uma forma de exaltá-lo (Jo.21:25) por seu amor (Gl.2:20), e pela prioridade que dava à nossa salvação eterna (Rm.8:35), além de aprender muito com ele, para nossa própria vida nos muitos relaiconamentos que temos neste mundo (1Jo.3:16), como testemunho de fé (1Pd.3:15), e como atitude sábia para melhor aproveitar a vida que temos neste mundo (Mc.5:19).
.
Dinâmicas Didáticas para Estudo de Lições
.
CADA ÊNFASE, UMA LIÇÃO DIFERENTE...
(1)Jesus, exemplo para nos entender nos planos de Deus
(2)Jesus, exemplo para nos ajustar aos planos do Senhor
(3)Jesus, exemplo para pagarmos o preço da obediência
(4)Jesus, exemplo para sermos servos uns dos outros para Deus
(5)Jesus, exemplo para mudarmos o mundo ao nosso redor
.
.
.
.
Quanto mais consagrado for o salvo, melhor o Senhor opera sua Graça, fazendo-o agradável aos seus propósitos. (2Co.3:5, Sl.37:5, Tt.2:11-14, Hb.13:20-21) (leia 399D)
Suas experiências comunhas aos homens... Tristeza, Mt.26:37; Crescimento natural, Lc.2:40; Fome, Lc.4:2; Sono, Lc.8:23; Pobreza, Lc.9:58; Corpo físico, Lc.24:39; Cansaço, 4:6
Alegria de Cristo... Pelo modo como Deus se revela, Lc.10:21; Ao encontrar ovelha perdida, Lc.15:5; Permanece nos salvos, Jo.15:11; Outorgada por suas palavras, Jo.17:13; O sustentou na cruz, Hb.12:2
.
.
.
.
.
.

REFLEXÕES SOBREO TEMA:
Tarefas para Pré-Adolescentes
.
.
.
Questões... (1)Algumas pessoas devem definir, em suas opiniões, a diferença entre estas três coisas em Jesus Cristo em nosso mundo. (2)Cada pessoa deve dizer uma palavra que expresse o que foi a vida de Jesus no mundo. (3)Qual o sentido de “graça” em cada um destes versículos: Lucas 2:40, 52, e qual a relação desta graça com o amor que lhe era peculiar?
Introdução do Tema... Vários irmãos vão se levantando, e cada um faz uma oração-frase nos oferecendo para imitadores da vida de Jesus.
Leitura Reflexiva Jo.5:19-47. Intróito Declarativo: 411D
Abertura do Culto... (Leia com autoridade espiritual, com veemência profética e com convicção cristã, em nome da igreja, falando a Deus ou aos seus adoradores no culto.)... O nosso Senhor e Rei, Deus Todo-Poderoso, merece a nossa melhor adoração. O nosso culto é ordeiro, com muita descência e ordem, atento a tudo que o Senhor tenha a nos falar em cada momento da adoração. A ênfase temática deste culto é “A Vida, a Graça e o Amor de Jesus” quando lembraremos a vida divina de Jesus entre os homens, durante os anos que esteve no mundo..... NOSSA ORAÇÃO... Nosso Senhor e Rei, Deus Todo-Poderoso, mereces a nosa melhora adoração. Sejas contemplado em nosso culto. Para sempre. Amém. (cântico diferente das estrofes do hino 44A durante momentos apropriados do culto)
.
.
.
Cantor Cristão (hinos A): 34 a 51, 52, 72, 78, 79, 82, 83, 90, 123, 124, 163, 190, 192, 193, 196, 197, 198, 199, 200, 203, 204, 205, 206, 208, 209, 225, 232, 253, 281, 282, 321, 341, 342, 345, 371, 375, 376, 378, 384, 386, 389, 390, 391, 392, 393, 394, 395, 396, 397, 399, 400, 402, 403, 404, 408, 412, 487. Hinário para o Culto Cristão (hinos B): 82, 114, 134, 250, 319, 358. Outros Hinos (hinos C): 63 a 65
Leituras Coletivizadas (E): 86, 138, 269, 290. Declaração Congregacional (D): 126, 165
Nosso culto a Deus: 346D. Responso Congregacional: Manhã, 356D; Noite, 360D. Declaração Final: 415D. Bênção Final: 370D.
Adicionantes... Calendário da Igreja; Dias Comemorativos, 396D; Oração Congregacional, 394D